Dia de manifestações e pedidos por justiça

12/05/2010 22:05


As famílias do Sítio Tomé, em Limoeiro do Norte, acordaram cedo ontem para recepcionar os que chegavam de cidades como Russas, Aracati, Morada Nova, Chorozinho, Pacajus, Jaguaribe e Fortaleza. As caravanas eram recebidas próximas da capela de Nossa Senhora de Fátima, no Centro do Tomé e, ali mesmo, as pessoas tomaram o café da manhã coletivo.

Depois pegaram faixas e cartazes para a caminhada contra o uso de agrotóxicos e por justiça pela morte do líder comunitário Zé Maria. A família dele - mulher e os três filhos participaram das manifestações.

Ainda na Chapada, as caravanas seguiram até o local onde José Maria Filho foi morto com 19 tiros no feriado do Dia de Tiradentes (21 de abril). Ali, em redor da cruz que lembra o assassinato, foram plantadas mudas de mangueiras. ``Tu fostes um pequeno grão que germinou a luta em favor das vidas``, dizia a frase escrita em um dos cartazes próximos à cruz. Velas também foram acesas.

Em seguida, as caravanas seguiram até a sede de Limoeiro do Norte onde os manifestantes também fizeram caminhada e distribuíram panfletos que denunciam a utilização indiscriminada de agrotóxicos. Também se referem à lei municipal que proíbe a pulverização aérea aprovada na Câmara Municipal, no ano passado.

Embora a lei esteja em vigor, o prefeito municipal João Dilmar da Silva, solicitou a revogação num dos artigos do projeto sobre Política Ambiental que ele enviou para a Câmara este ano. Os participantes das manifestações pediram para que a lei seja efetivada e que haja fiscalização em defesa dos moradores e do meio ambiente. A audiência pública contou com participação da professora Raquel Rigotto, que pesquisa o uso de agrotóxicos na Chapada do Apodi. (RCF)
 
Fonte --> http://opovo.uol.com.br/app/o-povo/ceara/2010/05/12/int_ceara,982989/dia-de-manifestacoes-e-pedidos-por-justica.shtml